Archive for the ‘Nordeste’ Category

Parque Lagoa do Japiim: uma justa homenagem aos Nordestinos

23/01/2010

O Parque Lagoa do Japiim é um antigo anseio dos moradores daquele bairro, iniciado na gestão passada em louvável iniciativa, foi inaugurado no final da administração do ex-prefeito Serafim Corrêa sem estar concluído.

Um dos grandes problemas da obra refere-se à questão do tratamento das águas que desembocam no lago, formado por 70% de águas sujas pela própria degradação do manancial hídrico da área, e 30% de águas de esgotos e da drenagem das águas pluviais das ruas, o que pode tornar o local “insalubre” para os eventuais freqüentadores do local, especialmente quando ocorrem as chuvas. A solução, já prevista e ainda não realizada, será a implantação de uma estação de tratamento, bem como um novo sistema de coleta de esgoto nas moradias, comércio e fábricas do entorno do lago.

A atual administração da Prefeitura interditou, de modo responsável, o uso do parque para que fossem concluídas as obras inacabadas e para tornar o local minimamente “habitável”, e reabriu para uso público, apesar de ainda faltar executar os investimentos de saneamento que tornarão, aí sim, esta obra concluída.

Por outro lado, tive acesso a um projeto de ocupação do parque feito pela ARNAM – Associação Recreativa dos Nordestinos no Amazonas, uma ONG sem fins lucrativos que tem por missão promover a integração entre nordestinos e amazonenses, preservando a cultura e as raízes da população nordestina no Amazonas. Na proposta, a ARNAM sugere ocupar o espaço do parque para implantar espaços representativos de cada estado que compõe a região nordeste, com comidas típicas, artesanato, arte e cultura, divulgando e oferecendo aos freqüentadores lazer, esporte e outras atividades. Mantendo a gratuidade no acesso público ao parque, ficaria a entidade responsável pela manutenção, conservação e administração em uma verdadeira PPP (Parceria Pública Privada). A entidade já conta com apoio de diversas empresas de médio e grande porte que subsidiariam estes objetivos.

Sobre o ponto de vista da legitimidade, nada mais justo que nós, amazonenses, cultuemos nossos antepassados, grande parte migrados, desde os primeiros momentos da colonização econômica e social da nossa história, do nordeste brasileiro. Eu mesmo sou neto de pernambucanos, minha esposa vem de uma família que tem origem no Rio Grande do Norte, assim como centenas de milhares de amazonenses.

Esta idéia abre espaço para que todas as culturas de imigrantes de outros estados do Brasil e que fazem a nossa diversidade amazonense sejam privilegiados também nos demais parques da cidade, aliás, uma boa maneira de “tematizar” os espaços públicos que serão visitados durante os mega-eventos previstos para acontecer nesta capital, a exemplo da Copa das Confederações e a Copa do mundo 2014.

Tomara que a Prefeitura encampe esta idéia!

Bom final de semana a todos!

Anúncios