No aniversário de Manaus quem ganhou o presente fui eu

Hoje Manaus completa 340 anos e, literalmente, esta cidade arrancou minhas lágrimas logo pela manhã.

Como todos os dias, iniciei meu sábado lendo os jornais. Quando abro o A Critica logo me chama a atenção a manchete principal em homenagem a cidade: “Construindo a metrópole perfeita”. Vou folheando e me surpreendo ao ver na coluna SOBE e DESCE:

SOBE – PAULO DE CARLI, EX-VEREADOR: PROJETO DE SUA AUTORIA, APRESENTADO A CMM, SUGERE A LIMPEZA VISUAL DA CIDADE.

Li e reli, era eu mesmo, pouco mais um ano depois de ter perdido a minha reeleição para Vereador de Manaus (apesar de ter obtido praticamente a mesma votação de 2004 quando me elegi!) e justamente no aniversário da cidade, estava eu recebendo uma “medalha” de reconhecimento da mídia por uma ação do meu mandato. Confesso, por alguns instantes senti-me orgulhoso e com a sensação de dever cumprido, não só por este projeto, mas por tantas conquistas que tenho certeza o tempo se encarregará de consolidar.

Logo volto a minha nova realidade, e sigo lendo uma série de matérias muito bem estruturadas de debate sobre problemas e soluções para nossa amada Manaus. Quando de repente, outra surpresa, em matéria de página inteira a chamada:

“PROJETO ESTABELECE LEI DA CIDADE LIMPA – CÂMARA MUNICIPAL: Proposta do ex-vereador Paulo De Carli põe fim a toda propaganda em outdoor, back e frontlight, fachadas e abre espaço para mobiliário urbano”

Aí não teve jeito, umas lágrimas rolaram; um aperto no coração; pensamentos e questionamentos embaralhados na minha mente… O que deu errado? Por que o eleitor não reconheceu um mandato inquestionavelmente bom, sem máculas. Entrei e saí da vida pública sem me envolver em “esquemas” ou escândalos, sem processos judiciais… Criei e aprovei projeto de emenda a LOMAN que introduz como política pública de educação as escolas de tempo integral no município, a tarifa “domingueira” nos ônibus, projeto que proíbe estacionamento em corredores viários (Djalma Batista, Constantino Nery, etc), a CPI das Águas, projeto que proíbe obras nos corredores viários da cidade em horário comercial e por aí vai… Ai que saudade do meu mestre Jefferson Peres…

Parabéns, Manaus! Continuo amando cada dia mais a minha cidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: