Archive for outubro \30\UTC 2009

Copa 2014 em Manaus. E agora? (parte III)

30/10/2009

Prometo que a partir do próximo post vou dar um tempo no assunto Copa 2014 antes que saiam dizendo por aí que estou contra a cidade, etc e tal… Além do que, terei imenso prazer em debater este assunto no próximo dia 20 de novembro no auditório da UNINORTE atendendo ao convite do DCE da universidade. Mas, voltando ao assunto, querem saber outro engodo criado pela “máquina propagandista nazista” do Dudu, “o grande”?

Muita gente acredita que sediar a Copa atrairá muito dinheiro para as obras na cidade e que Manaus vai virar um grande canteiro de investimentos públicos “novos”… Vamos aos fatos!

Para garantir a indicação de Manaus como a cidade-sede do Norte na Copa de 2014, o Governador Eduardo Braga apresentou um ousado projeto que prevê um investimento de aproximadamente R$ 6 bilhões, que serão gastos principalmente em infra-estrutura.

Sabem de onde vem aproximadamente 90% (isto mesmo, noventa por cento!) destes recursos prometidos a FIFA? Do orçamento do próprio ESTADO DO AMAZONAS. Ou seja, do bolso do nosso povo, vez que o dinheiro terá que sair da EDUCAÇÃO, SAUDE, SEGURANÇA e todas as demais políticas públicas de desenvolvimento, inclusive do interior, para ser prioritariamente aplicado na Copa de 2014.

Considerando os fatos acima, seria necessário perguntar, com a maior responsabilidade possível, o seguinte: Se não houvesse a Copa para sediar, estes mais de 5 bilhões não seriam aplicados do mesmo jeito aqui? Se sim, haveria outras prioridades? Se não, onde seriam investidos estes recursos? Aliás, tenho uma sugestão, porque não quintuplicar o investimento na saúde de alta complexidade (vide HUGV e Santa Casa fechados!) ou construir umas 1.500 Escolas de Tempo Integral? Que tal mais uma ponte, desta vez no lugar certo, ligando Manaus ao resto do Brasil pela BR 319? Mas vamos lá… Todos juntos… “Eu tenho orgulho de ser amazonense…“.

Boa noite que eu estou com sono. (risos)

Copa 2014 em Manaus. E agora? (parte II)

30/10/2009

Vamos imaginar, hipoteticamente, que na Copa do Mundo de 2014 caiba a Manaus, como cidade-sede, receber as seleções da França, Croácia, México e Camarões. Isto significa que cerca de 80 mil turistas vindos destas nações estarão nos visitando durante 10 dias, ou seja, muita gente tentando se comunicar conosco em francês, espanhol e croata.

Primeiramente, vale ressaltar, que a grande maioria das pessoas destes países consegue se expressar razoavelmente em inglês. Que sorte, hein!

Suponhamos agora que um curioso casal de croatas resolve ir a um restaurante de comida típica amazonense, ávidos para conhecer algumas de nossas deliciosas especialidades, e chegam ao Açaí, localizado na Rua Acre. Isso depois de se comunicarem através de mímica com o Sr. Marcelino, um experiente taxista, que garante uma proveitosa viagem.

No restaurante, escolhem a mesa e, com um inglês puxado e bastante limitado, pedem o cardápio. Numa lista de pratos totalmente descritos em português, o casal tenta traduzir a palavra SARAPATEL. Chamam o garçom, que não sabe uma palavra de inglês (muito menos de croata), e esforçadamente tentam descobrir o que é um sarapatel de tartaruga. Já imaginaram a tortura?

Ao final, depois de muito sacrifício, eles ainda ficam sem saber quanto vale o prato que pediram, pois os preços do cardápio estão em Real, moeda tão exótica quanto é o Kuna (moeda da Croácia) para nós brasileiros. Porém nossos persistentes turistas utilizam a calculadora do celular para fazer contas de conversão, pelo menos entre o Real e o Dólar. Que indigestão!

Na próxima vez é melhor ir ao Mc Donald’s e pedir um Big Mac, que tem o mesmo nome e pronúncia no mundo inteiro.

Isto tudo vale para perguntar: nossos taxistas estão preparados para se comunicar minimamente com seus futuros clientes, pelo menos em inglês? E nossos garçons? Nossos restaurantes estão fornecendo pelo menos um cardápio em inglês/português? E os preços estão convertidos em uma moeda mais universalizada? Qual programa governamental de apoio aos proprietários dos estabelecimentos de Manaus para qualificar a mão-de-obra foi ou está sendo discutido com as entidades de classe empresariais e dos trabalhadores? E a polícia está preparada para atender emergências em outros idiomas? Quantos postos de informações turísticas funcionam em Manaus? Temos mapas atualizados, que possam servir de referência, para a utilização do sistema de transporte coletivo?

Como se pode ver, para receber turistas, sediar eventos de grande envergadura internacional, enfim, para ser cidade-sede da Copa do Mundo, precisa-se muito mais do que um belo estádio de R$400 milhões.

Copa 2014 em Manaus. E agora? (parte I)

28/10/2009

brasil-2014

No dia 31 de maio deste ano, Manaus foi eleita pela FIFA uma das 12 cidades-sede da COPA 2014! Isso é bom ou ruim?

Para evitar conclusões precipitadas, adianto que sou A FAVOR da realização deste evento em nossa cidade. Só não concordo com a forma que nosso Governador tem passado isso a uma incauta e mal informada população. Tentarei por aqui, através de uma série de artigos, esclarecer algumas questões.

1. Será construído um novo estádio, no lugar do Vivaldo Lima, orçado em mais de R$400 milhões.

vivaldinho.jpg

Um novo estádio… R$400 milhões… Para receber quatro jogos. Isso mesmo. QUATRO. No máximo. Passada a Copa, ficaremos com um ‘elefante branco’, que provavelmente sediará a final da Copa dos Rios, quem sabe num clássico ANORI X CANUTAMA.

Queria apenas lembrar que o investimento necessário para levar água tratada para Manaus INTEIRA é estimado em aproximadamente R$ 300 milhões, sobrando, portanto, uns R$100 milhões para fazer uma MEGA reforma de adequação no nosso “Vivaldão”. Não seria esta uma idéia um pouco mais racional?

Ora, por que reformar se podemos ter o maior e mais caro estádio projetado especialmente para a COPA 2014, não é mesmo? Como diz a musiqueta… “eu tenho orgulho de ser amazonense…“. Caramba, eu não consigo escrever 20 linhas sobre esse assunto sem ter vontade de jogar meu PC na parede!

Ah, mas se a questão é a publicidade pró-governo, imaginem como seria a repercussão de um projeto desse daqui uns anos… A Copa do Mundo sendo realizada numa cidade onde finalmente o problema da água foi resolvido, onde as crianças – antes vítimas de toda sorte de doenças de veiculação hídrica (hepatite, verminoses, cólera…) – levam uma vida mais saudável e produtiva… Imaginem quantas medalhas, homenagens, honrarias e PUBLICIDADE nosso Governador Estado teria…

A violência descontrolada

26/10/2009

Manchete do jornal A Crítica de hoje, 26 de outubro de 2009: “Fim de semana sangrento – ONZE ASSASSINATOS.” O Amazonas Em Tempo piora a situação: “Final de semana violento com 12 assassinatos.”

acritica1

emtempo

Calma que ainda tem mais… Também na primeira página do A Crítica outra matéria sobre violência: “Atitude de Delegado revolta PMs – Delegado teria sido subornado para liberar preso por parte de cocaína” e o Diário do Amazonas complementa: “Mortos pelo tráfico tem idade média de 29 anos.”

Que maneira de começar a semana, hein? Dá vontade de dizer boa semana e MUITA PAZ a todos. Mas, pensando bem, o que será que eu, você, nossos parentes e amigos estamos fazendo sobre o assunto?

Talvez devesse ser feita uma pesquisa perguntando ao povo: Você acredita que a polícia ou o Estado tem condições de acabar com o tráfico de drogas? Responda você, caro leitor, com sinceridade! Outras perguntas: Você confia que a polícia garanta sua segurança? Ou ainda: Você acredita que a polícia seja corrupta? E na Justiça, você confia? E na classe política?

A pergunta final: Você vai ficar de braços cruzados até quando? Vai esperar perder um filho, a mãe, o irmão?

Estou pensando seriamente nas respostas que eu darei a estas perguntas.

No aniversário de Manaus quem ganhou o presente fui eu

24/10/2009

Hoje Manaus completa 340 anos e, literalmente, esta cidade arrancou minhas lágrimas logo pela manhã.

Como todos os dias, iniciei meu sábado lendo os jornais. Quando abro o A Critica logo me chama a atenção a manchete principal em homenagem a cidade: “Construindo a metrópole perfeita”. Vou folheando e me surpreendo ao ver na coluna SOBE e DESCE:

SOBE – PAULO DE CARLI, EX-VEREADOR: PROJETO DE SUA AUTORIA, APRESENTADO A CMM, SUGERE A LIMPEZA VISUAL DA CIDADE.

Li e reli, era eu mesmo, pouco mais um ano depois de ter perdido a minha reeleição para Vereador de Manaus (apesar de ter obtido praticamente a mesma votação de 2004 quando me elegi!) e justamente no aniversário da cidade, estava eu recebendo uma “medalha” de reconhecimento da mídia por uma ação do meu mandato. Confesso, por alguns instantes senti-me orgulhoso e com a sensação de dever cumprido, não só por este projeto, mas por tantas conquistas que tenho certeza o tempo se encarregará de consolidar.

Logo volto a minha nova realidade, e sigo lendo uma série de matérias muito bem estruturadas de debate sobre problemas e soluções para nossa amada Manaus. Quando de repente, outra surpresa, em matéria de página inteira a chamada:

“PROJETO ESTABELECE LEI DA CIDADE LIMPA – CÂMARA MUNICIPAL: Proposta do ex-vereador Paulo De Carli põe fim a toda propaganda em outdoor, back e frontlight, fachadas e abre espaço para mobiliário urbano”

Aí não teve jeito, umas lágrimas rolaram; um aperto no coração; pensamentos e questionamentos embaralhados na minha mente… O que deu errado? Por que o eleitor não reconheceu um mandato inquestionavelmente bom, sem máculas. Entrei e saí da vida pública sem me envolver em “esquemas” ou escândalos, sem processos judiciais… Criei e aprovei projeto de emenda a LOMAN que introduz como política pública de educação as escolas de tempo integral no município, a tarifa “domingueira” nos ônibus, projeto que proíbe estacionamento em corredores viários (Djalma Batista, Constantino Nery, etc), a CPI das Águas, projeto que proíbe obras nos corredores viários da cidade em horário comercial e por aí vai… Ai que saudade do meu mestre Jefferson Peres…

Parabéns, Manaus! Continuo amando cada dia mais a minha cidade.

A chegada do José Carlos

22/10/2009

DSC06027

Quem é José Carlos? Minha mais nova “criação”… Meu filho que nasceu no último dia 04 de Outubro, prematuro (apressado) de 8 meses. Imaginem vocês que aos 44 anos sou pai pela terceira vez e avô de dois lindos netos.

Meus dois maravilhosos filhos, o Paulo Filho e o Ricardo, já estão respectivamente com 27 e 23 anos e confesso que achei que já não tinha mais jeito para coisa. Quando peguei o meu “terceirinho” no colo ainda na sala de parto foi como se tivesse recebendo a descarga de um raio, exatamente como havia acontecido no nascimento dos dois primeiros. Que delícia! Sensação que renova a nossa esperança na humanidade, reacendendo a fé na criação de Deus.

Logo eu que vivia uma fase de ceticismo e andava questionando a existência de Deus. Uma fase de pensamentos erráticos, sem rumo… Deus me dá uma bela resposta!!

Minha estreia

22/10/2009

Nesta minha primeira postagem quero deixar bem claro que nada do que for escrito aqui será norteado pela necessidade de agradar ou desagradar qualquer pessoa ou instituição. Tentarei expressar de forma simples e objetiva meus pensamentos e ideias. Discutir e pensar a nossa sociedade, levantar teses, pontos e contrapontos e, acima de tudo, manter total sinceridade. Pois, afinal, este material servirá para que eu mesmo possa refletir sobre a firmeza das minhas atitudes e observar ao longo do tempo como amadurece a minha própria personalidade.

Todos os assuntos que neste espaço forem comentados serão aceitos e publicados sem qualquer censura e respeitando ideias divergentes. Quero também aproveitar para tornar público os meus passos rumo a uma aventura sem controle que é denominada simplesmente de VIDA.